O bom desempenho em uma entrevista é muito mais do que você ter um bom currículo. Saber se expressar e falar de si mesmo tem um grande peso neste processo. E você sabe exatamente como falar quem você é?

O que é importante ao falar se si mesmo?

A priori a parte essencial é o autoconhecimento. Apenas se autoconhecendo, você saberá se descrever e apontar os pontos certos para que o entrevistador enxergue seu diferencial. E para isso, busque entender quem você é, quais são os seus objetivos e o que é prioridade pra você. Outro fator importante é selecionar o que você pretende falar. Algumas coisas não são relevantes para o entrevistador, então não precisam ser citadas. Ao trazer informações pessoais, como hobbies, leve em consideração como os seus interesses podem ressaltar suas soft skills e personalidade. E lembre-se: ter carisma vai te abrir muitas portas. Caso não saiba como desenvolver essa competência, nós temos um curso de influência e carisma que vai te ajudar neste quesito.

O que tem relevância para ser citado?

Fale dos seus objetivos profissionais. Conte sobre sua trajetória até hoje, e quais são seus planos para as próximas etapas. E o que você pretende fazer para alcançar suas metas.

Fale de suas qualidades também, afinal de contas, na primeira entrevista você será avaliado por suas soft skills, comportamento e personalidade. Não há nada de errado em ressaltar suas conquistas e pontos positivos. Apenas tome cuidado para não soar arrogante.

Cite sua jornada de aprendizado, como sua universidade, os cursos que já fez e os projetos que já tenha participado. Mostre o que te motiva a aprender sobre sua área, e como você se mantém atualizado.

Fale sobre sua personalidade! Fale como você é verdadeiramente, como o exemplo: “A palavra que melhor me define é: otimismo. Tenho boas capacidades de comunicação e relacionamento em grupo.”

Não leia o seu currículo, o entrevistador quer saber quem é você!

Ler o currículo parece muito cômodo, mas tente não fazer isso. O entrevistador, certamente, já leu seu currículo, então ele quer saber mais do que está escrito ali. Então fale mais sobre você, usando seu carisma e mostrando que você é muito mais que aquele currículo!

O que não falar sobre si mesmo?

Tome cuidado para não falar coisas que não impactam positivamente, como citar pontos negativos que comprometem seu desempenho. Um exemplo disso é se você está se candidatando a uma vaga de tech recruiter e diz que não gosta de trabalhar com pessoas. Mas, se caso o entrevistador perguntar sobre seus pontos negativos, seja justo consigo mesmo e fale sobre como pretende trabalhar esses aspectos da sua personalidade.

Veja um exemplo de como falar de si mesmo

“Bom, primeiramente gostaria de dizer que estou bastante empolgado com esta oportunidade. Além disso, mostrar que a minhas habilidades profissionais estão alinhadas com sua empresa. Sou uma pessoa que busca simplificar processos. Prova disso é minha experiência na empresa xxx que reflete exatamente isso. Todos os dias, eu tinha um novo desafio para resolver e eu tentava fazer da forma mais eficaz possível, não só para nós como empresa, mas principalmente para os nossos clientes.

Desde muito novo, eu gosto da área tech, e por isso aos 18 anos decidi me aprofundar, iniciando minha faculdade de Desenvolvimento de Sistema e aliando a ela um curso de inglês para tecnologia. Ao mesmo tempo associei estudos independentes como vários bootcamps. Acredito no aprendizado constante, por isso no inicio deste ano iniciei minha pós graduação em IA(…)”

Observações finais

Se atente aos pequenos detalhes que fazem grande diferença. Se você seguir estas dicas poderá falar de si com confiança e consequentemente ter um entrevista de qualidade. Seja verdadeiro sempre! Você é suficiente sendo você mesmo.

Se você quer se preparar para sua entrevista de emprego em inglês, nós estamos aqui para te ajudar! Muito mais que aulas de inglês online; nós te ajudamos a ter uma carreira internacional de sucesso.